conto "a cunhada"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

conto "a cunhada"

Mensagem  Admin em Dom Ago 28, 2011 1:57 pm

Ha muito tempo venho observando a minha cunhada, ela tem 32 anos, um deliciosa mulher, corpo coberto de sardas, uma xana avolumada, bumbum medio e seios pequenos, bem mais jovem que eu que tenho 54 e meu irmão que tem 48. Sempre que nos encontramos vem o abraço que para mim é o melhor de todos, ela me aperta de uma maneira que sinto seus peitinhos pequenos espremidos contra meu peito sinto a sua respiração, por pouco não tocamos nossos sexos, mas muito pouco mesmo. Pois bem no final de semana passado aconteceu uma feijoada em minha casa para comemorarmos o dia dos pais, todos os familiares compareceram, e num dado momentoficamos só nos dois na cozinha e estavamos conversando não me lembro o que e surgiu o assunto do abraço,no que eu falei:--- Eu gosto muito do teu abaço, é o melhor que conheço.Ela ruborizou,dizendo:---Ai, cunhado, porque voce esta falando isso?---Eu poderia te explicar o porque, mas se voce já ficou vermelha por eu dizer
que gosto do teu abraço, se eu explicar , tu vai torrar aqui e eu terei que me explicar...E acho que voce tambem gosta...---É não posso negar...mas estou com o rosto pegando fogo...---Só o rosto?---Ai, que pergunta...claro, mas me fala porque?---Isso é assunto para outra hora.... e apesar de ela ficar me olhando até a hora de ir embora, não falamos mais sobreo o assunto. Quando todos se despediam, ela foi ficando para trás e foi a ultima, com todos já do lado de fora da casa, veio abraçar-me, e não foi diferente das outras vezes, nossos corpos colados, com excessão dos sexos, estava frio, ela estava de casaco então falei:---Hoje esse casaco esta atrapalhando...---Ah, acho que entendi...e ainda abraçados conversavamos, até tinhamos esquecido dos outros, no nosso abraço especial, falando no ouvido dela, me liga amnhã que eu te conto...No dia seguinte depois que levou a filha para escola, ainda na rua ela me ligou.---Oi, tudo bem? Então
da pra voce me falar agora?---Dá mas, onde voce esta?---Passando aqui em frente o portão do seu condominio. Deduzi, ela fez de caso pensado. ---E ai, quer entrar para conversarmos ...---Tá sozinho?---Tou...---Então vou entrar um pouquinho, mas não vou demorar...Nossa meu pau logo ficou duro. Ela chegou, nos abraçamos, ela estava com o tal casaco, ---Mas esse casaco só atrapalha...---Tá bom quer que eu tire, já esta calor mesmo...---Então tira.... ela tirou o casaco,estava com uma camiseta, fina e com um sutiã de renda, sem o tal do bojo. Nos abraçamos novamente, ainda abraçado nela...---Hum agora sim tá gostoso...---Mas o que é que tem de gostoso nomeu abraço?---É que eu sinto voce quase inteira, teus peitinhos se apertam, sinto eles como se quizessem me furar.Nisso ela separaou-se de mim seus biquinhos estavam durinhos. ---Eu já imaginava que seria isso, quando voce falou do casaco ontem.---E olha só hoje, eles ficaram durinhos, dá
mais um abraço, mais uma vez, ---Voce me deixa louco de tesão, ficaria te abraçando a tarde inteira...---Sim mas não pode tenho que ir embora, ainda abraçados, fui aproximando meu corpo ainda mais até qu ela sentisse meu pau duro tocar sua vulva ...---Ai cunhado assim não...---Hum ...mas tá tão gostoso...---Agora sou eu que estou sentindo algo duro, a me cotucar...---E não tá bom...---Mas não é certo...Comecei beijar seu pescoço, ...---Nossa como voce esta quente...ta demais---Tambem com uma situação dessa...Nesse momento ela jã começava se mexer para acertar a melhor posição, min~has mãos já começavam acariciar suas costas, e apertar sua bunda, sem trocarmos uma só palavra começamos nos despir , as roupas jogadas pelo chão até chegarmos ao quarto, joguei-a sobre a cama e cai de boca em sua buceta que estava completamente melada, aquele sabos aquele cheiro contribuiu ainda mais para que meu pau ganhace proporções
assustadoras normalmente com 22 cm, ele estava ainda maior e eu chupanado aquela buceta saborosa até ela gozar, coloquei-me entre suas pernas com os joelhos dobrados, ---Vai devagar, é muito grande...---Calma eu sei como fazer, fui enfiando devagar, olhando suas caretinhas de dor e percebendo que ela estava gostando, ...sua respiração ofegante, seus olhos fechdos, o sorriso bailando nos lábios, seu gemido baixinho, e ele entrando entrando até chegar ao final da penetração, ai então ela começou mover-se lentamente, e gemer baixinho, foi acelerando o movimento , soltando gritinhos de ai....ai.....ai..... hummmmm. que gostoso...........ai....ai.....ai,,,,.Abriu os olhos me olhou profundamente e exclamou....Nosssa com é bom cunhado......que delicia..... ai que dor gostosa.....nossa voce me arrombou...... hummmmmm que bom...... e gozamos os dois. ---Quando voce sentir saudade pode ligar, gostei muito.

_________________
aiaizinho_69
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 400
Data de inscrição : 12/10/2007
Idade : 36
Localização : portugal

Ver perfil do usuário http://aiaizinho.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum